Banda Filarmónica de São Brás de Alportel | Onde toca a banda?

Banda Filarmónica de São Brás de Alportel

Fundada em 2007

Historial

A 10 de Julho de 1996, o saudoso Presidente da Câmara de São Brás de Alportel, Exmo. Sr. Dr. José de Sousa Pires, propôs à direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel, na altura presidente da direção Armando Filipe Ventura, a criação de uma Banda de Música, tendo sido nessa data efetuado um protocolo e posto à sua disposição os instrumentos musicais para esse efeito. A banda adquiriu o nome de BANDA DE METAIS DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE S.BRÁS DE ALPORTEL e foi nomeado para Maestro o Capitão do Exercito de Salvação Sr. Pedro Neves, a Banda tinha cerca de 20 elementos e os ensaios eram nas instalações dos Bombeiros Voluntários. Em 2002, assume o cargo de Maestro o Sr. Cornelis Tjitte Ros. Em 2003, por questões legais a banda sai dos Bombeiro e em 05 de Junho de 2003 o Sr. Zeferino Ferreira com um grupo de amigos, constituiu por Escritura a ASSOCIAÇÃO CULTURAL E RECREATIVA ESCOLA DE MÚSICA SAMBRAZENSE – ACREMS. Foi alterado o nome para BANDA DE METAIS SAMBRAZENSE. Em reunião de direção no dia 27 de julho de 2006, foi decidido extinguir a Banda de Metais e criar a FILARMÓNICA de SÃO BRÁS, por ser mais fácil adquirir apoios para uma filarmónica e ser essa a intenção desde 1997, uma vez que já existiu uma filarmónica em São Brás de Alportel até aos anos 50/60. Assim foram então comprados, pela associação, 9 clarinetes e 3 flautas, instrumentos indispensáveis para uma filarmónica. No dia 25 de março de 2007 (dia da comemoração dos 50 anos do Tratado de Roma), apresentou-se pela primeira vez em público a Filarmónica de São Brás. A 25 de abril de 2007, foi comunicado pelo maestro Cornelis Ros, que iria em breve sair de Portugal, voltando definitivamente para o seu país. Já estava, anteriormente assumido, o compromisso de atuação na Feira da Serra nos dias 27, 28 e 29 de julho de 2007, e o maestro aceitou reger a filarmónica pela última vez. Foi então contactado para maestro o professor Albano Neto, que se prontificou a assumir a direção musical, reformular e administrar aulas na Escola de Música a partir de outubro de 2007. A Banda Filarmónica continua atualmente em formação e é composta neste momento por cerca de 25 músicos formados na sua escola, na qual lecionam quatro professores.

Última Atualização: 18/06/2019